Toque o Double Thumb de Victor Wooten

Olá, hoje pretendemos mostrar para vocês uma lição muito especial! Gostariamos de lhes apresentar algumas das técnicas mais incríveis criadas por esse gênio do contrabaixo, estou falando de Victor Wooten. São técnicas particulares que demonstram uma incrível capacidade criativa e fora do convencional. Não recomendo esta lição para os iniciantes devido a sua dificuldade, mas para os experts, esta lição pode oferecer uma oportunidade de um novo desafio para sua musicalidade, além de poder ampliar seus horizontes como músico. Agora é hora de por a mão na massa, ou melhor, de por o seu baixo pra funcionar.

Toque o Double Thumb de Victor Wooten

Sobre o Double Thumb

O Double Thumb é uma técnica, ou melhor, um sistema inventado pelo norte-americano Victor Wooten, que segundo ele próprio, este recurso foi desenvolvido para que novos caminhos rítmicos pudessem ser explorados ao simular uma palhetada nas cordas com o polegar, muito engenhoso.

Como o próprio nome diz, este recurso faz dobrar o seu polegar, proporcionando uma sonoridade mais veloz e virtuosa a sua tocabilidade, além é claro de ser muito interessante. Bem, em resumo, este recurso faz dobrar a maneira de tocar o slap, deixando-o mais complexo e rico, tanto com o movimento de thumb (T) quanto com pluck (P). Movimente o dedão tanto para cima quanto para baixo movimentando apenas o pulso.

Exercício 1

O primeiro objetivo desse exercício aqui é ter cuidado com a execução, sem se preocupar com pressa, para obter uma sonoridade limpa. Utilizando apenas o thumb, desloque-o para cima e para baixo, ao mesmo tempo que cria as notas mortas pela mão esquerda ao abafar as cordas no braço do baixo. É importante não pressionar as cordas contra os trastes para que o som se propague.

 

 

 

 

Exercício 2

Aqui as coisas ficam um pouco mais difíceis com o acrescimo do hammer-on e pluck one (puxada com dedo indicador), mas a base rítmica é a mesma do exercício anterior.

 

 

 

 

 

 

 

 

Exercício 3

Aqui as coisas realmente começam a complicar, por causa dos padrões de tercinas de colcheias, isso exige com que as notas soem com mais precisão para que estejam na divisão correta.

 

 

 

 

 

 

 

Exercício 4

Este exercício é tocado em semicolcheias e é um dos exercícios rítmicos mais famosos criados por Victor Wooten. Aqui você emprega tanto o uso do double thumb quanto do double pluck (puxada dupla, usando os dedos indicador e médio). Este exercício leva tempo e dedicação para ser tirado bem, por isso recomenda-se o uso constante do metrônomo (começando em andamentos de 60 bpm e aumentando gradativamente).

 

 

 

 

 

 

 

Exercício 6

O último exercício é realmente casca grossa. Este exercício oferece um desafio técnico enorme pois representa um dos trechos de “Classical Thump“, uma música composta por Wooten. O curioso dessa música é que ela foi composta nos anos 80 com intuito de ser apenas um exercício de slap, mas por fim ele acabou gravando ela no álbum “A Show do Hands” em 1996. Ainda bem que ele não deixou batida não é mesmo?

Aqui o baixista utiliza sextinas em padrões simétricos do thumb down, hammer-on, thumb up e muitas cordas soltas para criar o efeito rítmico de sextinas. Seu tom está em Sol maior e o seu andamento original está em 132 bpm.

Espero que vocês tenham uma tonelada de diversão 😀

Comentários

  1. Nick magno diz

    Pow Gostei muito e sou iniciante e isso me deu mais incentivo para continuar e aprender mais espero conseguir chegar ao menos perto de tudo o que esses caras fazem….

    Valeu ae e espero mais posts…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


6 − = quatro