Teoria Musical: Pausas Musicais

O quê são pausas musicais ou figuras de silêncio?

Dentro da teoria musical, as pausas musicais são as figuras usadas para descrever a duração do silêncio musical na pauta. Elas são as figuras de silêncio que vemos nos pentagramas para representar as pausas.

É possível encontrar as pausas como FIGURAS NEGATIVAS ou VALORES NEGATIVOS, a nosso ver esta é uma maneira errada de referência, pois estas considerações negativas trazem um sentido de ausência de valor. As pausas musicais  (ou Figuras de Silêncio), na composição musical, possuem uma importância tão significativa quanto o som. Elas possuem funções rítmicas e estéticas definidas no contexto musical.

Cada uma das pausas musicais ou figuras de silêncio terá uma duração proporcional, assim como acontece com as figuras rítmicas. Terão também o mesmo nome, apenas precedido pela designação de pausa, por exemplo: uma pausa de semibreve, pausa de mínima, pausa de semínima e assim por diante.

Vejamos então quais são as pausas musicais ou figuras de silêncio:

As figuras de silêncio têm valores e nomes iguais aos das figuras rítmicas, teremos então as seguintes relações de som e silêncio.

O mesmo que se aplica às figuras rítmicas se aplica às figuras de silêncio, ou seja, não basta saber o nome da pausa e reconhecer o desenho da pausa, é necessário que se entenda o conceito de proporcionalidade de valores de silêncio também:

– A Pausa da Semibreve vale duas Pausas de Mínimas, portanto uma Pausa de Mínima vale meia Pausa de Semibreve.

– A Pausa de Mínima vale duas Pausas de Semínimas, portanto a Pausa de Semínima vale meia Pausa de Mínima.

E assim por diante… Basicamente este seria o conceito das pausas  ou pausas musicais ou figuras de silêncio.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


− 2 = seis