Categorizado | Contra Baixo

Técnicas de baixo: Exercícios para tocar Slap

Buenas, neste artigo vamos disponibilizar vários exercícios para tocar slap, mas antes vamos fazer uma abordagem sobre o slap. Bem, a intenção percussiva do slap obriga o baixista a trabalhar de forma bastante precisa. Na maioria das situações, as notas são tocadas com intenção em staccato, ou seja, não podem soar de forma alguma por mais tempo do que sua duração exata. Nesta técnica, uma idéia muito explorada é o abafamento das :cordas com a mão esquerda sobre o braço do instrumento, propiciando maior controle sobre as divisões de cada pulsação definida pelo metrônomo.

técnicas de baixo

 

 

 

 

 

Primeiramente, ligue o aparelho e o ouça por um tempo. Comece a praticar os exercícios após marcar o tempo por aproximadamente quatro compassos. Durante a execução, siga o beat com a perna para acompanhar o click do metrônomo, deixando o corpo mais acostumado a ele. Não se esqueça de fazer aquecimentos, interpretando thumbs na corda Mi em serninimas e abafando as demais com a mão esquerda. Inicie as atividades após realizar esse processo por cerca de dois minutos.

Estudando todos os dias, você sentirá com o tempo uma considerável evolução em sua técnica de slap. Além disso, ficará bem mais fácil fazer as divisões rítmicas, o que vai levá-lo a tocar com bastante precisão.

Exercícios para tocar Slap

Exercícios para tocar slap: Exemplo 1

Esse exemplo traz uma seqüência de thumbs executados em semínimas. As notas mortas presentes nos quatro primeiros compassos são obtidas com a palma da mão direita levemente encostada nas cordas. Nas mensurações posteriores, o recurso é usado apenas para “matar” as alturas, não permitindo que s soem de forma excessiva. Conforme indicado na partitura, inicie o exercício em 80 bpm.

T= Thumb

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Exercícios para tocar slap: Exemplo 2

Aqui, as figuras de referência são as colcheias. Os thumbs devem ser executados nas cabeças dos tempos e os hammer-ons, nos contratempos. Comece treinando em 80 bpm e suba a velocidade em intervalos de 5 beats à medida que for melhorando sua performance. Uma dica importante, mas ignorada por muita gente, é inspirar e expirar calmamente: uma respiração malfeita pode aumentar a tensão do músico, impedindo-o de tocar de maneira confortável e segura.

H = Hammer on

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Exercícios para tocar slap: Exemplo 3

As tercinas de colcheia representam o padrão rítmico deste exemplo, mais difícil que os dois anteriores em razão do uso das técnicas de thumb e pluck. Para interpretaá-lo, pense na idéia de três notas em stacatto por tempo. A velocidade é mais baixa, de 60 bpm, o que ajuda o baixista a se concentrar principalmente na precisão rítmica: as tercinas exigem atenção redobrada para que a divisão se mantenha constante. Nos tempos 1 e 2 de cada grupo de notas, execute os thumbs; no 3, o pluck. Da mesma maneira que nos exercícios anteriores, suba o andamento gradualmente a cada 5 bpm.

P = Pluck

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Exercícios para tocar slap: Exemplo 4

Seguindo a mesma concepção da técnica utilizada no exercício anterior, a linha transcrita abaixo é baseada na junção de uma colcheia com duas semicolcheias. A intenção é treinar a execução de contratempos com precisão, sempre sobre padrões melódicos. O thumb é utilizado nas tônicas e o pluck, nas oitavas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Exercícios para tocar slap: Exemplo 5

Dos exercícios para tocar slap este é um dos meus preferidos porque tem o raciocínio rítmico invertido em relação ao anterior. As duas semicolcheias estão na cabeça do tempo, ou seja, devem ser tocadas simultaneamente ao click do metrônomo. A colcheia, por sua vez, aparece no contratempo e deve soar até o fim da pulsação. Fique atento à interpretação.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Exercícios para tocar slap: Exemplo 6

Neste exercício para tocar slap, o nível de dificuldade é bem maior que o dos anteriores porque a divisão é de semicolcheias contínuas, a serem tocadas com as técnicas de thumb, pluck e hammer-on. Comece-o em 50 bpm e tenha calma na hora de executar o segundo tempo de cada grupo de semicolcheias, onde há um hammer-on, para não embola- lo com as outras notas. No terceiro tempo do grupo, está uma nota morta, enquanto o quarto traz um pluck na oitava da altura principal. Mais uma vez, vale reforçar: sempre conte dois compassos antes de iniciar cada exercício.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Enfim, são bons exercícios para tocar slap no baixo, bons estudos!

Gostou? Compartilhe!

Você pode gostar também:

Deixar Comentário

Opine Já!

O que você quer ver no Portal Música?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...

Estamos no Facebook