Os melhores baixos para iniciantes

Fala galera! Vamos ver então alguns dos melhores modelos de baixos para iniciantes? Escolher o primeiro baixo pode ser algo fácil, – se você já tiver uma meta ou um orçamento já predefinidos, mas em muitos casos escolher o primeiro baixo pode ser algo embaraçoso. É porque hoje em dia tem uma grande variedade de contrabaixos no mercado para quem tem um orçamento mais apertado, o que é algo bom, porém, tem muita coisa cuja a qualidade deixa a desejar.

A chave é escolher  um bom instrumento que seja apropriado musicalmente para você, outro truque é escolher um baixo que seja fácil de aprender e que caiba em seu bolso. Então vamos apresentar alguns dos melhores baixos para iniciantes, com marcas de confiança e um preço variando entre 100/400 dólares americanos.

Os melhores baixos para iniciantes


Baixos para iniciantes: Yamaha RBX374

A Yamaha é uma empresa que conseguiu provar que é possível sim fabricar instrumentos de boa qualidade por um preço baixo (embora em alguns casos a originalidade fica de lado). O baixo RBX374 tem um corpo sólido feito  totalmente de alder (amieiro), braço feito de maple, escala feita de jacarandá e captador P-style. Embora ele não seja o mais barato dessa lista, ele oferece um bom valor pela sua qualidade, com certeza um dos melhores baixos para iniciantes.

Baixos para iniciantes: Ibanez GSR200

A Ibanez sempre será considerada um bom ponto de partida. Tem um preço relativamente barato pela sua qualidade, um corpo leve com uma madeira feita de Agathis, na verdade essa é uma madeira pouco conhecida que vem sendo usada nos modelos GSR da Ibanez, se é ou não uma boa madeira para um baixo aí é outra questão, o fato é que ela cumpre bem a sua função aqui. Outro fato legal desse modelo é por possuir um braço mais fino, o que facilita a vida dos baixistas iniciantes. O GSR200 é uma ótima opção para baixistas iniciantes que estão interessados ​​em tocar uma grande variedade de estilos musicais. Os componentes eletrônicos não são top de linha, mas com certeza é uma boa aposta.

Baixos para iniciantes: Squier Standard Jazz

Esta é uma versão mais barata dos populares baixos Fender Jazz. Com um corpo leve e um braço de fácil tocabilidade, também é um dos melhores baixos para iniciantes aprenderem a tocar. Embora os captadores e os eletrônicos estejam aquém de  um Fender Jazz. Mas é uma ótima opção.

Baixos para Iniciantes: Epiphone Les Paul Special

Se você é um baixista que adora o visual clássico de uma Gibson Les Paul, então esse modelo da Epiphone pode ser para você. Essa versão especial para baixo da Epiphone apresenta um sólido corpo feito de mogno, maple no braço, e dois captadores humbucking. É um baixo pesado e resistente.

Baixos para iniciantes: Yamaha GigMaker Eb

Cuidado! Não confundir esse nome com uma linha de bateria também da Yamaha chamada de GigMaker hehe. Não é um modelo muito conhecido, mas ele foi projetado pensando para os iniciantes. O baixo GigMaker é um baixo versátil com um bom alcance de timbres, o GigMaker também vale a pena você dar uma experimentada nele.

Agora é com vocês, caso for o caso vá até a sua loja de instrumentos musicais preferida e teste alguns desses modelos para ter um feeling pessoal daquilo que é melhor para você. Caso você tenha alguma outra indicação de baixos para iniciantes, entre em contato com a gente!

Yamaha RBX374
Ibanez GSR200
Squier Standard Jazz
Epiphone Les Paul Special
Yamaha GigMaker Eb

Comentários

    • diz

      Olá Henrique, essa é uma dúvida bem comum mesmo, mas não se preocupe com esses detalhes, na verdade o nome mais clássico e correto seria contrabaixo, podendo ser o elétrico ou acústico (rabecão), mas com a modernização das coisas foi-se chamando somente de “baixo”.

      O Baixo ou contrabaixo ou contra-baixo é um instrumento único, acústico na sua criação original e elétrico com a sua evolução. Tanto é que no inglês não existe essa dúvida, ele só é somente chamado de “Bass Guitar”.

      Se você estiver interessado leia esse artigo sobre a história do baixo – http://www.portalmusica.com.br/a-historia-do-baixo-eletrico/#

  1. Daniel Souza diz

    Olá, eu tenho um baixo da Memphis by Tagima o TB440, como nesse artigo ele não foi mencionado,queria saber se este é um bom Baixo. Apesar que adoro meu Baixo, e me sinto muito bem com ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


× seis = 6