Categorizado | Análises, Destaques, Guitarra

Os diferentes tipos de pedais para guitarra

Há diversos tipos de pedais para guitarra, ou pedais de efeitos, que hoje em dia o guitarrista deve fazer uma pesquisa legal para se estar informado. Embora numerosos efeitos estão disponíveis para modificar ou melhorar o som, eles podem ser qualificados em várias categorias de pedais ou tipos de pedais. Pedais analógicos utilizam cabos tradicionais e componentes   eletrônicos, enquanto os pedais digitais utilizam tecnologia digital para emular ou simular o efeito desejado. Analógico ou digital é basicamente uma questão de preferência, e ambos podem ser usados simultaneamente.

Os diferentes tipos de pedais para guitarra


Tipos de pedais: Pedal de Distorção, Fuzz e Overdrive

tipos de pedaisEsses tipos de pedais para guitarra que distorcem ou potencializam o sinal da guitarra talvez sejam os tipos mais populares de pedais.

• Pedal de Overdrive - Esses tipos de pedais potencializam o sinal da guitarra de modo a atingir o efeito natural de distorção de um amplificador em seu volume máximo, a níveis sonoros mais confortáveis de se ouvir.

• Pedal de Distorção e Fuzz – Modificam em vez de aumentar o sinal de entrada para ter um efeito semelhante, e geralmente oferecem mais controle sobre a qualidade do som com a adição de controles de tons e interruptores de equalização.
O primeiro exemplo de distorção utilizado na música popular foi no riff de três notas do Rolling Stones na gravação de Satisfaction. Jimi Hendrix também gostava de usar uma sequência de pedais enquanto tocava, tipos de pedais como fuzz, wah e Uni-Vibe.

 

Tipos de pedais: Pedal de Delay e Echo

tipos de pedais• Pedal de Delay e Echo - Produzem efeitos semelhantes embora apresentem alguns termos diferentes. Os efeitos de eco foram originalmente produzidos em gravadores de fita cassete, na qual gravavam o sinal de entrada e então reproduziam de volta. Juntamente vieram os pedais analógicos (anos 70) e assim conseguiam reproduzir esse efeito sem o uso de fitas. A versão digital veio um pouco depois (anos 80), produzindo o mesmo efeito digitalmente, mas com uma qualidade digital limpa. Os delays digitais geralmente oferecem um maior parâmetro de controle de eco, e podem ser inclusos efeitos como reverb e pitch shifter também.

 

Tipos de pedais: Pedal Compressor

tipos de pedais• Pedal Compressor - Controla o sinal da guitarra para um limiar predefinido limitando assim os extremos, isso permite notas altas e suaves com o mesmo volume. Como um bônus adicionado, esses tipos pedais aumentam o sustain das guitarras, e proporcioanam um som mais suave. Usados para todos os estilos musicais como uma unidade de processamento geral em shows ao vivo, estúdios de rádio e gravações. O Pedal compressor serve mais para proporcionar uma melhoria do som em vez de tornar o som mais vivo ou potencializar tal efeito.

 

 

Tipos de pedais: Pedal Flanger

tipos de pedaisPedal Flanger – Originalmente veio da idéia do funcionamento de duas gravadoras simultâneas para fazer um efeito a parte de “avião”. Hoje os modelos usam a tecnologia digital delay para alcançar esse efeito duplicado, e oferece também ajustes do vibrato, a profundidade do efeito e controles de ressonância.

 

 

 

 

Tipos de Pedais: Pedal Phase Shifter

tipos de pedais• Pedal Phase Shifter - Conhecido também como pedal phaser, se encaixa entre um pedal flanger e o pedal chorus. Seus efeitos vieram a ser conhecidos com os dois primeiros álbuns do Van Halen. Primeiramente os Phasers foram supostamente projetados para recriar o complexo sistema de som dos gabinetes B-3 Leslie, nas quais eram extremamente pouco práticos de transportar. Embora o som não fosse tão bom, era melhor do que transportar o pesado B-3 Leslie que pesava mais de 100kgs. Hoje em dias esses pedais possuem ótimas tecnologias e efeitos tais como regulagem na taxa do vibrato e controles que controlam a profundidade dos efeitos.

 

Tipos de Pedais: Pedal Chorus

tipos de pedais• Pedal Chorus – Eles são um tipo pedais flangers, predefinidos para produzir um efeito de duplicação. Duplica o som da guitarra e permite ao usuário ajustar a taxa do vibrato e a profundidade dos efeitos. Com um ligeiro atraso no som, ele “clona” o sinal da guitarra e emite de volta o mesmo sinal original, produzindo um sutil (às vezes nem tão sutil) som duplicado e um tom mais pesado. Andy Summers do The Police foi um dos primeiros a utilizar esses tipos de pedais de efeito de “chorus” ou eco, e foi ficando mais popular ao longo dos anos.

 

 

Tipos de Pedais: Pedal Expression

tipos de pedais• Pedal Expression – Incluem os Pedais Wah e os Pedais de Volume. São pedais bem conhecidos e comuns.

- Pedal Wah: Esses pedais foram desenvolvidos para imitar o som de uma surdina para trompete, mas a comparação foi rapidamente descartada pelos fabricantes quando os pedais wah tornaram-se uma rederência para os guitarristas do rock. Os pedais wah fazem exatamente o que está implícito, que é produzir um som de “wah-wah”. Jimi Hendrix e Eric Clapton são grandes exemplos de músicos que popularizaram esses tipos de pedais.

- Pedal de Volume: São usados para controlar o  volume geral, mas também fazem alguns tipos de efeitos de violino para guitarras e outros instrumentos. O componente básico é um pedal mecânico articulado, que opera um potenciômetro de volume ou sensor fotoelétrico.

 

Tipos de Pedais: Pedal Uni-Vibe

tipos de pedaisPedal Uni-Vibe – Jimi Hendrix adorava o primeiro original Uni-Vibe, que era uma espécie rudimentar de efeitos chorus com algum efeito dessintonizado similar ao vibrato. Esses tipos de pedais não são mais vistos (se achar possuem preços astronômicos) pois seus efeitos foram substituidos por pedais digitais. O falecido Stevie Ray Vaughn e Eric Johnson ambos foram conhecidos em usar essa assinatura sonora em seus álbuns.

 

 

Tipos de Pedais: Pedal Multi-Efeito

tipos de pedaisPedal Multi -Efeito – Este pode-se dizer que é o rei dos pedais, ele pode incluir todos efeitos listados acima e um monte de coisas que nem se quer foi categorizado ainda, desde coisas básicas até complexas. Esses monstros tendem a substituir um caminhão interiro de pedais de efeito. Uma de suas grandes vantagens é que pode reproduzir até cinco ou seis efeitos simultaneamente (ou até mais), além de poder ter conectividade USB, bateria eletrônica, e até mesmo um pré-amplificador de microfone com alimentação fantasma.

 

Falar sobre pedal envolve uma diversidade de assunto, no artigos posteriores explicarei sobre os diversos tipos de efeitos e as melhores marcas de pedal para guitarra, assim como para contrabaixo também!

Artigo sobre Os diferentes tipos de pedais para guitarra escrito e editado por JP – Portal Música.

Gostou? Compartilhe!

Você pode gostar também:

2 Comentários para “Os diferentes tipos de pedais para guitarra”

  1. Guilherme disse:

    Muito boa essa matéria, essa página com certeza é uma das minhas preferidas, por favor continue postando assuntos relacionados a efeitos e pedaleiras !

Trackbacks/Pingbacks


Deixar Comentário

Opine Já!

O que você quer ver no Portal Música?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...

Estamos no Facebook