Os diferentes tipos de palhetas

Olá, hoje vamos falar sobre os diferentes tipos de palhetas, assim como as características que tornam as palhetas diferentes entre si. Falar sobre palhetas não é tarefa fácil, porque além de haver muitos diferentes tipos de palhetas, há uma infinidade de materiais, formatos, cores e marcas. Sendo assim, é imprescindível que você teste vários tipos de palhetas antes de escolher sua preferida.

Vamos começar entendendo o que devemos observar em cada palheta, para conhecer melhor os diferentes tipos de palhetas.

Diferentes tipos de palhetas: Tamanho das Palhetas

Temos basicamente três tamanhos de pa­lhetas: pequena, média e grande.

Os guitarristas usam os três tipos de pa­lhetas, os violonistas preferem as médias ou grandes e os baixistas preferem as pa­lhetas grandes.

Diferentes tispos de palhetas: Espessura das Palhetas

Basicamente, há 4 espessuras de palhetas:

XL –  Extrafina (Extra Thin)

T – Fina (Thin)

M – Média (Medium)

H – Pesada (Heavy)

XH – Extrapesada (Extra Heavy)

Além dessas espessuras, você também vai encontrar as medidas em milímetros (mm). As medidas começam em 0.50 mm (bem finas) e vão até 3.00 mm (superpesadas).

Normalmente, as palhetas leves são melho­res para fazer “levadas” em acompanhamen­tos, pois são bastante flexíveis e muito con­fortáveis, além de proporcionarem um efeito percussivo mais interessante. Já as palhetas médias e pesadas são mais utilizadas para to­car solos, que exigem um ataque mais preciso.

A relação entre a espessura das cordas e a es­pessura da palheta também influencia muito a “pegada” do músico e é por isso que a maioria dos músicos que toca cavaquinho prefere as palhetas finas e os baixistas preferem as bem pesadas. Mas isso não é nenhuma lei ou regra, existiram ótimos violonistas, baixistas e guitar­ristas que usaram palhetas de espessuras, for­matos ou materiais não usuais com excelentes resultados, portanto, o ideal é você experimen­tar tudo que for possível e tirar suas próprias conclusões de qual palheta mais se adequa ao seu gosto e saber se combina ou não com seu estilo.

A maioria dos violonistas e guitarristas que toca música erudita, MPB, Samba e Bos­sa-Nova não utiliza palhetas, da mesma forma que a maioria dos guitarristas e violonistas que toca rock, reggae e blues as utilizam, mas exis­tem muitos músicos que vão na contramão da maioria com excelentes resultados, portanto, não tenha medo de experimentar.

Diferentes tipos de palhetas: Formato das Palhetas

Também há uma variedade bem grande de formatos das palhetas, como você pode ver:

 

 

 

 

 

As palhetas pontudas vão proporcionar mais ataque e as palhetas com a ponta arredondada vão proporcionar um som mais aveludado.

Os diferentes tipos de palhetas: O material das palhetas

Estes são alguns dos materiais que encontramos na fabricação de palhetas: plástico, celulóide, policaronato, nylon, acabamento em gel, superfície antiderrrapante (gripping surface) e revestida de metal aluminizado.

Todas têm uma “pegada” diferente; você precisa testar e ver qual prefere.

Os Diferentes tipos de palhetas: Dedeiras

Podemos dizer que a dedeira é um tipo de palheta que se encaixa no dedo polegar. Esse tipo de palheta é mais usado para tocar violão de sete cordas e fazer aqueles baixos carac­terísticos do choro, chamados de “baixaria”. Para tocar música country, o banjo também usa esse tipo de dedeira.

 

 

 

 

 

Como podemos ver, hoje em dia existem bastantes opções de diferentes tipos de palhetas. Muitos violonistas e guitarristas do passado tiravam um som do instrumento com palhetas feitas de pedra, metais, moedas e até mesmo de casco de tartaruga. Hoje em dia, as modernas palhetas industrializadas dominam o mercado, embora também existem palhetas artenasais ou personalizadas.

Basicamente são essas informações que você precisava para conhecer melhor os diferentes tipos de palhetas.

Comentários

Trackbacks

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


oito + = 14