O quê é um voicing e como fazer

O que é um voicing?

Chamamos de voicing a disposição das notas de um acorde escolhidas a partir de um acorde cifrado. A guitarra não nos permite tocar, na maioria das vezes, mais de quatro notas por acorde; portanto, desde a escolha dos inversões e tensões até a disposição dessas notas na estrutura do acorde, tudo fica a critério do guitarrista. Gostaria de enfatizar que há a necessidade de se obter conhecimentos de harmonia funcional para que o músico coloque a guitarra dentro do contexto desejado. Esses conhecimentos de harmonia não serão tratados neste método. Esses conhecimentos serão necessários não apenas para que se compreendam os assuntos abordados aqui; constituem ferramenta fundamental para que o guitarrista se coloque de maneira adequada na base, independentemente do estilo ou do rítmo. Lembramos também que o voincing pode ser aplicado no violão e baixo.

Como fazer o Voicing

Na música popular a harmonia é interpretada a partir de cifras. Essas cifras representam urm determinado acorde. A guitarra, ao contrário do piano, não possibilita tocarmos simultaneamente todas as notas de determinados acordes. Por exemplo: se encontramos uma cifra de C13, sabemos que as notas desse acorde seriam além de C, E,G, Bb, D e A, havendo ainda, de acordo como contexto, o F#. O piano possibilita ao músico tocar todas essas notas; isso não significa que ele deva tocar todas elas, mas que pode, se quiser. Na guitarra devemos saber que temos todas essas notas disponíveis e que precisamos escolher quais delas queremos tocar.

Exemplos de voicings:

voicing

 

 

 

 

 

Outro bom exemplo seria Cmaj9.

voicing

 

 

 

 

 

No caso do C13, uma nota importante seria a nota A, que é a própria tensão descrita na cifra. As outras notas importantes são a terça — E — e a sétima — Bb. Podemos ter então um voicing com essas três notas.

voicing

 

 

 

 

 

Em alguns casos, dependendo da formação instrumental, esse mesmo voicing pode soar com mais brilho com a fundamental na ponta sem a repetição da terça.

voicing

 

 

 

 

 

No caso de Cmaj9, temos uma opção de acorde mais sóbrio omitindo-se apenas a quinta.

voicing

 

 

 

 

 

Uma outra opção seria o mesmo voicing, exatamente igual, uma oitava acima.

voicing

 

 

 

 

 

Fazendo voicing na guitarra como instrumento único ou principal de acompanhamento

Quando na posição de único instrumento de acompanhamento, devemos procurar enfatizar um dos três elementos principais, a harmonia, o ritmo ou o timbre. Há músicas em que a harmonia é o elemento principal do acompanhamento, mas também há outros casos em que o ritmo prevalece. Uma situação menos corriqueira seria a que envolve o aspecto de timbre, quando a guitarra assume o papel de criar colorido na música. Isso ocorre muito no rock progressivo, onde a utilização de chorus e delays é essencial.

Acordes cheios

Acordes cheios são voicings com, no mínimo, cinco notas que ocupam muito espaço na base. Servem tanto para contextos nos quais queremos enfatizar a harmonia quanto para contextos de groove, nos quais o ritmo é o elemento principal.

Se tivermos uma progressão harmônica como na música “Color Me”, do CD do mesmo nome de Hiram Bullock:

voicing

 

 

Podemos utilizar esses voicings:

voicing

 

 

 

 

0 = open strings (cordas soltas)

Utilizando cordas soltas

A utilização de cordas soltas, além da abertura do voicing, possibilita criar texturas nas quais estaríamos muito limitados sem essas cordas soando. É claro que tonalidades como E, A, G e D (nesse caso afinando a corda E grave como D) são as melhores para podermos dispor de cordas soltas.

Não recomendo o uso de capotrastes — peça que permite mudar cromaticamente a afinação da guitarra — pois além de alterar a sonoridade do instrumento, faz com que o guitarrista “se vicie” nos mesmo voicings. Basicamente isto é tudo que você precisa saber sobre o voicing.


Trackbacks

  1. […] Bem resumindo um pouco, Power Chords são acordes sem terças, compostos apenas pelas tônicas e quintas dos acordes. Essas notas – tônicas e quintas – podem ser dobradas nos voicings, desde que não somem simultaneamente a nenhuma outra nota. Artigo sobre voicings Aqui! […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


+ 3 = sete