Categorizado | Violão

Nomes das partes do violão acústico

O violão acústico é uma inovação histórica, e saber os nomes das partes do violão e compreender como funciona essas partes do violão é fundamental para a valorização de sua natureza simples, porém, complexa desse instrumento. Além disso, antes de aprender qualquer instrumento, é essencial entender as partes do instrumento, ou a sua “anatomia” para ter uma boa comunicação na hora de interagir com ele. Se você já está num estágio avançado, repasse este artigo para algum amigo iniciante ou que tem a intenção de querer aprender a tocar violão.

Mas desta vez, vamos fazer uma breve explicação do diagrama apresentado na nossa foto a seguir, para que você possa entender melhor a função de cada parte em um violão.

Partes do Violão:

partes do violão

Corpo: De todas as partes do violão, esta é a maior. O corpo amplifica a vibração das cordas quando uma nota ou um acorde é tocado. Diferentes tipos de madeiras oferecem grandes mudanças tonais. A madeira compensada não vibra tão livremente quanto a madeira sólida, e a cola usada na madeira compensada não transmite tanta vibração de modo geral, no qual faz o som soar mais agudo.

Cavalete: O cavalete fica preso no corpo do violão e as cordas ficam presas no cavalete. Os cavalete é muito importante nas mudanças tonais e é por isso que os cavaletes feitos de plásticos são horríveis nesse sentido. Mais um vez, o tipo de madeira aqui influencia bastante.

Trastes: São pequenas divisões  de metal. O tom de uma nota é feito pelas frequências de vibrações das cordas. Por exemplo, quando o comprimento de uma corda é encurtada por estar sendo pressionada contra um traste, sua freqüência fica maior, assim como o tom da nota.  Se o músico desejar tocar uma nota mais aguda ele precisa dividir a corda em partes menores para que ela soe em uma freqüência maior.

Cabeça ou Mão: É a parte do braço acima da pestana. A cabeça influencia no volume do som e um pouco na sua sustentação. Mão ou Cabeça maior absorve mais as vibrações das cordas do que uma Mão menor.

Tarrachas: Elas têm a função de ou afroxar ou soltar as cordas. Tarraxas de má qualidade pode dificultar essa função ou perder a tensão da corda rapidamente.

Braço: O braço é aquela parte longa e encaixada em cima do violão.

Rastilho: É a parte que se encaixa no cavalete e as cordas passam por cima.

Tampo: Conhecido também como Top, dentre as partes do violão essa seria assim o rosto do corpo do violão. É onde a maior parte do som é produzido, uma boa qualidade da madeira é muito imporante para esta parte do violão. Leia este artigo sobre madeiras para tampo Click Aqui.

Boca ou Abertura: Contraditoriamente à  crença popular, a boca não permite que o som escape do violão. O seu tamanho realmente afeta no balaço dos tons graves e agudos.

Tróculo: O tróculo é a extremidade mais larga do braço usada para fixá-lo ao corpo e dar rigidez mecânica à montagem. Em geral o tróculo é entalhado na mesma peça do braço, mas também pode ser uma parte separada e colada ao braço e ao corpo.

Escudo: O escudo ou simplesmente um protetor de tampo, é montado na parte do tampo abaixo da boca para que o músico possa realizar sons percussivos com os dedos.

Marcação: Faz com que o músico tenha maior noção das escalas.

Roseta: É a parte “artística” de um violão, podendo ser removida para de acordo com as preferências pessoais do músico.

Casas: É o espaço entre os trastes.

Então é isso pessoal, esses são os nomes das principais partes do violão acústico!


Gostou? Compartilhe!

Você pode gostar também:

Deixar Comentário

Opine Já!

O que você quer ver no Portal Música?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...

Estamos no Facebook