Cordas de Aço – Cuidado, duração e manutenção

cordas-de-acoCordas de guitarra são basicamente componentes descartáveis do seu instrumento. Ferir as cordas com muita força pode ocasionar o rompimento das mesmas. Deixá-las sujas ou cheias de suor depois de horas de prática irá sem dúvidas acelerar sua ida à loja de música mais próxima para comprar cordas novas.

Cordas de aço, sejam de guitarra elétrica ou violão, deterioram porque são feitas de aço. A acidez da sua mão, o suor e a sujeira presente nos seus dedos irá causar a corda, ou seu revestimento, a oxidar e enferrujar. Isto é agravado ainda por fatores naturais, como por exemplo a umidade. Quando as cordas se deterioram, você acaba perdendo o tom precioso que ela emite e os riscos de rompimento aumentam. Nesse cenário, um trabalho de luthier para refazer os trastes da guitarra pode custar bastante.

Então, aqui vão algumas dicas para você cuidar e manter suas cordas de guitarra, aumentando a longevidade das mesmas:

* Limpe suas cordas com um pano limpo e seco, sempre depois de tocar. Sim, limpe cada corda, incluindo a parte debaixo das cordas (muitas pessoas passam o pano somente na parte de cima). É nesse local onde geralmente a sujeira fica acumulada.
* Coloque alguns pacotinhos de Silica Gel (anti-umidade) próximo às cordas, no mesmo local onde você guarda sua guitarra (geralmente dentro do case ou da bag). Isso vai afastar a umidade e impedir a oxidação.
* Algumas pessoas recomendam o uso do WD-40 para limpar as cordas da sua guitarra. É um produto excelente e pode ser encontrado em lojas de materiais de construção e até em lojas de música, sendo uma alternativa mais barata do que produtos similares fabricados por empresas ligadas à indústria da música. Eu pessoalmente uso o WD-40 para limpar os trastes da guitarra e nas cordas e de fato ele prolongou bastante a vida útil das cordas.

Não espere que suas cordas durem um ano. Aqui vai um pequeno guia sobre a frequência em que você deve trocar suas cordas, mesmo com todas essa limpeza, cuidado e manutenção que estamos sugerindo.

Frequência de uso Trocar as cordas a cada
2h por dia  2 à 3 semanas
30m à 1h por dia 1 mês à 6 semanas
30min à 1h, 3 a 5x por semana  6 semanas à 2 meses
quase nunca 2 à 3 meses

 

Sendo um componente tão importante do seu instrumento de cordas, e ainda assim tão esquecido, encorajamos você a cuidar de suas cordas, mantendo-as sempre limpas e longe da umidade. Você não terá somente um som mais limpo e cristalino delas, mas também irá economizar com a compra de cordas novas à longo prazo. Esperamos que tenha gostado dessas dicas, se tiver alguma dica, comente! :)

Comentários

  1. Paulo RD diz

    nós usamos um produto chamado “FastFret” muito bom, ele deixa as cordas com o timbre original. Os violões e guitarras são usados diariamente em torno de umas duas horas por dia as cordas são trocadas a cada 10 a 15 dias, usamos varias marcas de encordoamento Daddario, Elixir, Martin e Ernie Ball, até agora a melhor duração de timbre e sonoridade do timbre tem sido a Ernie Ball, a Martin em segundo as de Phosphor Bronze, mas as Ernie Ball é sem dúvida a melhor corda para violão e guitarra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


− sete = 1