Como usar a braçadeira ou capo

As braçadeiras para violão ou capos de guitarra como são conhecidas em alguns lugares, não somente são práticas, mas também, ao usar uma braçadeira, você atingirá uma nova paleta de opções quando se trata de trazer criatividade à sua música. Os capos te possibilitam atingir sons bem característicos quando você for tocar seu instrumento. Todo músico deveria ter uma braçadeira guardada junto com o instrumento em sua case.

Embora os capos sejam mais comuns serem utilizados em violões, é possível utilizá-los também na guitarra, pois eles desempenham a mesma função em ambos os instrumentos. É importante ressaltar que nem toda braçadeira fica boa em guitarras elétricas, então é bom pesquisar bem antes de comprar um capo para sua guitarra.

O que é uma braçadeira ou “capo”?

Uma braçadeira é uma pequena ferramenta que “grampeia” as cordas da sua guitarra. De certo modo, o capo irá pressionar todas as cordas em determinado traste, muito semelhante à forma de tocar acordes com pestana. Isto permite o guitarrista ou violonista transpor a tônica da música.

Existem diversos modelos de braçadeiras atualmente, desde as mais simples (com elásticos basicamente), até outras mais sofisticadas. Abaixo você pode ver alguns modelos de capos disponíveis.

Tipos de braçadeiras para violão e guitarra

Existem diversos modelos de braçadeiras atualmente, desde as mais simples (com elásticos basicamente), até outras mais sofisticadas. Conheça os modelos mais comuns:

trigger-capoGatilhos ou Trigger Capos: Capos com gatilho recebem esse nome à partir de sua forma, e como aplicam a pressão no braço da guitarra. Uma mola aperta um pedaço de plástico, coberto por uma borracha macia, sobre o braço da guitarra, e uma vez que ele é baseado totalmente em molas, você pode facilmente mover o capo em torno do braço da guitarra com uma única mão. Se você comprar um capo do tipo “trigger”, prepara-se para trocá-lo com frequência pois com o uso, seu desgaste por tornar partes plásticas ou elásticos contidos nesse capo mais frágeis, até o ponto de se romperem e danificarem seu instrumento. Outro ponto negativo desse tipo de braçadeira é que você naõ tem controle da pressão aplicada, o que pode deixar seu instrumento desafinado. Há versões parciais dos capos de gatilho, que seguram apenas algumas cordas (para algumas situações especiais).

elastic-capoElásticos ou Elastic Capos: As braçadeiras do tipo elástico funcionam esticando um pedaço de elástico que prende o capo ao braço da guitarra/violão. Eles são geralmente mais baratos que os capos de gatilho, por serem mais simples, porém, não são tão práticos. Apesar de poderem ser regulados facilmente, você precisa das duas mãos para colocá-los. Dependendo da qualidade, eles podem se romper, então é bom sempre ter alguns capos de elástico guardados para o caso disso ocorrer. Em se tratando de braçadeiras, essas são as mais comuns, devido ao seu preço e por serem fáceis de serem produzidos artesanalmente.

screw-capoParafusados ou Screw Capos: Há também braçadeiras que você deve colocar na guitarra e aplicar a pressão por apertar um parafuso. Muitos vendedores se referem à eles como “articulados com pressão” ou “regulados com pressão”. Independente da forma que você os definir, particularmente eu os considero muito bons. Você precisa usar as duas mãos para instalar eles, mas podem ser facilmente deslizados pelo braço da guitarra depois disso. Alguns até podem ser deslizados além do capotraste, saindo fora do braço, permitindo que você possa tocar sua guitarra ou violão normalmente.

Como funciona a braçadeira?

Como dissemos anteriormente, o capo permite ao guitarrista transpor a tônica da música que você está tocando para uma nova. Por exemplo, digamos que você está tocando uma música em E maior, mas você quer tocá-la em G maior. Com o capo você pode simplesmente “grampear” as cordas no 3º traste e continuar tocando a música como já estava tocando em E maior, mas agora, ela irá soar como na tônica G maior. Esta pequena ferramenta é especialmente útil se você está acompanhando um vocalista (ou se você está cantando) e precisa subir a tônica da música para adequá-la ao vocalista (especificamente à sua extensão de notas).

O capo é útil também para fazê-lo entender melhor como as escalas funcionam. Por exemplo, se você está tocando um D maior, mas quer que ele soe como um G maior, você precisa saber quantos tons (meio tons) você precisa subir para chegar a tonalidade G maior. Há 5 meio tons de D até G, então, é necessário colocar a braçadeira no 5º traste para conseguir esse resultado.

Por que usar um capo?

Você pode estar pensando: “Se você está tocando na tônica E maior, mas quer tocar como se fosse na tônica G maior, porque não tirar o capo e tocá-la em G maior?”

Bem, nossos exemplos são relativamente simples de tocar no violão. Mas digamos que você queira tocar em F# maior. Você pode fazer isso tocando todos os acordes com pestana, ou pode facilitar muito usando uma braçadeira. Você poderia colocar o capo no 2º traste e então tocar a música na posição E maior e fazer a música soar na tônica F# maior.

Em segundo, ao utilizar uma braçadeira você irá notar que conseguirá atingir uma certa característica de som. Sem se preocupar com a tônica da música, tente tocar uma de suas músicas favoritas com o capo no 7º traste. Você irá perceber que quando o capo está num traste tão alto no braço do instrumento, o som fica muito brilhante e cristalino. Isso é muito útil quando você está tocando com outro guitarrista. Ao invés de ambos tocarem na mesma posição, um dos músicos pode utilizar uma braçadeira em um traste mais acima no braço do instrumento para conseguir uma característica de som mais brilhante. O resultado? Uma música muito mais encorpada e rica em tons.

Mas as braçadeiras não são para iniciantes?

É muito comum ouvir alguns músicos dizerem que o capo é para iniciantes ou que as pessoas que usam capos são trapaceiros. Uns chegam ao ponto de exagerar dizendo que “músicos de verdade não usam isso”. Porém, como você pode perceber, o capo não é um atalho e sim uma ferramenta para desenvolver sua criatividade, trazendo muito mais riqueza de som para sua música.

Sugiro que leia um pouco outros artigos passados onde explicamos como as escalas funcionam, pois o entendimento da teoria musical é muito útil na hora de usar esse acessório.

E você, gosta de usar a braçadeira (capo) ? Comente!

Comentários

  1. Bernardo Pereira diz

    Parbén Jp pelo site e pelas dicas e informações.
    É muito bom saber que existe esse site. Pois assim conheçerei muito mais sobre o meu instrumento e sobre musica em si. Valeuuuu!!!

  2. Eder diz

    Parabéns cara! Muito bom o material disponível no seu site!
    Essa matéria sobre o capo me fez repensar. Estava querendo comprar o da Dunlop que é tipo trigger, sabendo dos desgastes com o tempo acabei mudando a minha escolha. Um abraço.

  3. Cleber diz

    Procure no youtube por Romeo and Juliet, do Dire Straits. O guitarrista Mark Knopler, um dos melhores de todos os tempos, usa uma capo na terceira casa, na introdução da musica. Eu não diria pra ele que capo é coisa de principiante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


+ 1 = três