As 20 músicas mais repetitivas de todos os tempos

Esta matéria de hoje será destinada para aquelas músicas ‘especiais’ que ninguém mais aguenta ouvir. Lembramos que não se trata de músicas clichês ou músicas propriamente ruins, até porque muitas destas que irei citar gosto bastante. Mas que convenhamos, meu ouvido não é penico.

Por sorte, nessa era digital em que vivemos, nós temos mais opções de escolher aquilo que queremos ouvir, mas as pessoas que viveram bem os anos 80 e 90 sabem que naquela época as rádios dominavam. Mas ainda assim, as pessoas e os veículos de comunicação em massa nos forçam a ouvir certas coisas, repetidas, repetidas e repetidas vezes…

As músicas mais repetidas de todos os tempos

As músicas mais repetidas de todos os tempos

“My Heart Will Go On” (Celine Dion)

Será que tem alguém ainda que se emociona com essa música? No começo tudo era maravilha, Titanic fez o sucesso que teve por méritos, a trilha sonora estava do mesmo nível. O problema é que as pessoas saturam tanto isso que o que era legal e bom se torna irritante. Se My Heart Will Go On fosse um limão, diria que não sobrou nem o bagaço de tanto que já foi espremido.

músicas repetidas

“I Will Always Love You” (Whitney Houston)

Essa música nos torturou nos anos 90 com incansáveis repetições, ela pode ter conquistado os corações de muitas ‘mamães’ e romancistas de plantão, mas tudo que é demais… Apesar da W.H. ter falecido recentemente, não hesitei em colocar o seu grande Hit na posição de número 2 entre as músicas mais repetidas de todos os tempos.

“Saturday Night Fever” (Bee Gees)

Mais conhecido como trilha sonora de “Embalos de sábado a noite”, essa é a trilha sonora mais vendida de todos os tempos. É difícil ver quem realmente odeie essa música, ela detém o meu respeito, e acho admirável atravessar gerações e ainda assim continuar sendo o carro-chefe dos Bee Gees. Mas provavelmente já devo ter ouvido umas 100 mil vezes.

“It’s Raining Men” (The Weather Girls)

Felizmente não está chovendo homens, que se bem se estivesse estaria todo mundo morto espatifado no chão. mas quem não conhece essa música não é mesmo? Essa música foi originalmente gravada em 1982, e mesmo após décadas ainda continua sendo um símbolo ligado aos gays, quantas vezes essa música não serviu já de piada pronta.

“Que país é este?” (Legião Urbana)

Legião tem o meu respeito também, não sou um grande fã, mas gostava do trabalho deles, mas “Que país é este” já cansou o meu ouvido. Talvez a culpa não seja nem do Legião, e sim do Capital Inicial por tocarem essa música com tanto entusiasmo exagerado, e da mídia por reproduzir inúmeras vezes pra pagar de descolada.

“Pretty Woman” (Roy Orbison)

Será que era só eu que quando ouviu essa música pela primeira vez achou que era do Elvis Presley? Ignorância à parte, até hoje eu associo a Julia Roberts com essa música da trilha de “Uma Linda Mulher”. E acho que até hoje se alguém fala um mínimo de Julia Roberts automaticamente toca essa música e fala do início de sua carreira.

“Sweet Child O’ Mine” (Guns N’ Roses)

Esta apesar de considerar uma das melhores músicas de todos os tempos, assim como seu riff, é uma obra de arte, mas acho que ela já deu o que tinha que dar. Quem começou a acompanhar o Guns no início de sua carreira sabe o que estou falando, embora ouvi-la ao vivo ainda seja arrepiante. Incrível o que um simples jogo de escala não faz!

“Festa no Apê” (Latino)

Um dos maiores virais nacionais que já vi, mesmo não querendo você era obrigado a conhecer de tanto que já tocou. Nunca gostei deste tipo de música mas tenho que reconhecer a competência do Latino pelo grande trabalho de regravar esta música complexa e torná-la num Hit lucrativo. Por sinal não somente no Brasil ela foi viral, mas como internacionalmente.

“Satisfaction” (Rolling Stones)

Curto pra caramba Rolling Stones e rock n’ roll clássico, e o mais estranho é que ainda ouço de bom gosto esta música. Mas tenho que confessar que ela já foi muito explorada, novamente por falta de criatividade da mídia em tocar sempre a mesma coisa. Mas é um hino do rock e portanto está perdoada, thanks Rolling Stones.

“Imagine” (John Lennon)

Sim é uma das canções mais belas do século 20, e John Lennon um dos maiores compositores do rock de todos os tempos. De certa forma, acho justo ser uma das músicas mais tocadas, justamente pela sua beleza. Só uma pessoa com muito talento musical para compor uma música assim, por sinal, vale muito a pena aprender a tocá-la.

“É o amor” (Zezé Di Camargo e Luciano)

No começo da década de 90, o sertanejo estava com força total com a nova guarda sertaneja. Leandro e Leonardo e Zezé Di Camargo na vanguarda, e desde que foi lançada, a É o amor, ou mais conhecida como: É O AMORRRRRR, virou obrigação de tocar ao menos 100x por dia em todas as rádios do Brasil naquela época.

“Smells Like Teen Spirit” (Nirvana)

Continuando no glorioso começo dos anos 90, mas com agora muito provavelmente com a música mais tocada dentro dessa época (ao menos para o público jovem roqueiro). Smells Like Teen Spirit é a música que digamos abriu a curta era Grunge. Há quem odeie o grunge e o Nirvana, mas é uma época que deixou saudades.

“Não Aprendi Dizer Adeus” (Leandro & Leonardo)

Parece que o começo dos anos 90 não quer me deixar, mas é isso mesmo, mais uma da onda sertaneja. Mesmo não sendo um admirador do estilo, tenho que reconhecer que aquelas músicas eram virais nível 10. E essa é uma delas. Por ironia do destino, Leonardo realmente não deve ter aprendido a dizer adeus com o falecimento de seu irmão Leandro.

“We Will Rock You” (Queen)

Gosto muito de Queen, mas na minha opinião eles tem músicas bem superiores a esta, mas essa é que mais caiu na boca do povo, até mesmo aqueles que mal conhecem a banda curtem ou já fizeram regravação dela. É uma das preferidas pelos pseudos fãs de rock (não que todos que gostem dela sejam), seja como for, foi um tremendo sucesso.

“Desculpe, mas eu vou chorar” (Leandro & Leonadro)

Voltando de novo para o sertanejo dos anos 90 haha. Naquela época L&L faziam muitas menininhas caírem de amor, e eu também cheguei a chorar, mas é mais porque não aguentava mais de ouvir 😀 Esta ainda continua sendo um dos grandes hits sertanejos (não diga). Bem, pra falar verdade não sei mais o que falar dela.

“We are the Champions” (Queen)

Agora voltando de novo pro Queen, sim a música é bonita mas já está tão rodada quanto pneu careca de um fusca 69. Isso só mostra que naquela época as músicas eram muitoo mais marcantes e melhores. Mas também, quem é que não gosta de uma canção que nos faz sentir vitoriosos? Ela ainda é considerada por muitos ainda como o maior hino do rock.

“Is This Love” (Bob Marley)

Grande Bob Marley, e como era de se esperar, Bob Marley não poderia ficar de fora, a princípio pensei em colocar No Woman no Cry, mas pensando bem, ouvia 10x mais tocar nas rádios Is This Love, assim como em outros programas de TVs. Ao menos para o meio popular, é a música mais famosa quando se pensa em Reggae.

“Faroeste Caboclo” (Legião Urbana)

Esta é uma das canções preferidas dos Luais. Faroeste Caboclo pessoal já tirou muita onda com ela, mas a verdade é que ela continua sendo umas das músicas mais procuradas na internet para aprender a tocar. A verdade é que o Legião ainda tem uma Legião de Fãs, e a Saga Legionária continua. E obviamente, ela pertence ao álbum “Que país é este”.

“Start Me Up” (Rolling Stones)

Muito difícil alguém não curtir essa música, particularmente é uma de minhas preferidas em se tratando de rock, porém é inegável a sua popularidade. Até o Galvão Bueno gosta dos Rolling Stones. Ela foi composta em meados dos anos 70 e é uma música icônica da humanidade. Tornando assim obrigatória em todos os shows da banda.

“Macarena” (Los Del Rio)

Macarena” é uma canção da dupla espanhola Los del Río. Ela fez muito sucesso entre os anos de 1995 e 1997, e foi a música de maior sucesso de 1996. E posso dizer que é uma das músicas mais chatas de todos os tempos!

Então é isso galera, espero tenham gostado (ou não) de se lembrar um pouco mais das músicas mais repetidas de todos os tempos. Opinem para mais sugestões!

Comentários

  1. Joao diz

    Nunca!Legião e Capital ontem hj e sempre!guns and roses e o melhor solo de guitarra existente por conta de seu riff por isso q n para de tocar. Se seu puvido ñ e alugado o problema e seu. So quero lhe dizer:VC N TEM GOSTO MUSICAL

    • Héllio diz

      João, gosto musical todos têm; e o autor dessa matéria tbm o tem e muito bom por sinal! Capital Inicial é uma das bandinhas mais enjoadas que eu já conheci. Legião foi uma ótima banda, com boa canções mas não foram o suficientes pra serem idolatrados por nada. ‘Sweet child’ do Gun’s é uma ótima canção com um ótimo riff, mas só um noob(ou modinha, como queira), fedendo a leite e que se diz ‘roqueiro que gosta dos rock pesadão’ (que ridículo) pensa que o Slash é o ‘melhor guitarrista’ e que esse riff dele é o melhor que existe!!! A matéria fala de MÚSICAS SURRADAS e não de gosto musical!

  2. Héllio diz

    Musiquinhas como Sweet Child O’Mine só são consideradas ‘melhor’, ‘foda demais’ e coisas do tipo por gente que quer pagar de roqueirinho e não conhece 1% do que existe sobre Rock and Roll, em anos de história! O próprio Slash já reclamou dessa música: ela é muito gay! e pode crer que essa é a música mais ‘lembrada’ (pra não dizer a única ou uma das poucas conhecidas) pelos modinhas que dizem que gostam de ‘rock pesadão’!!!

  3. Erica diz

    Gosto musical ou não, não é este o tema.abordado. O cara fala de músicas que por serem tocadas durante muito tempo ficaram repetitivas. Sweet child o’mine é só um exemplo. Essa música é considerada um hit, um sucesso, não é ruim, mas convenhamos já.ficou cansativo escutar tantas vezes. Eu vejo como comer qualquer doce: se vc come demais, exageradamente sempre q puder, uma hora vc vai acabar enjoando. O efeito é esse. De tanto escutar essa música eu penso que é como se não existissem outras opções. Ela é boa, não é ruim não, mas já deu. :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


4 − quatro =