Acordes para iniciantes: O Quê São Acordes Abertos?

Olá pessoal, hoje iremos dar uma boa explicação sobre acordes abertos, que são os tipos de acordes mais básicos para violão e guitarra.

O que são Acordes Abertos

Acordes abertos são acordes que são tocados utilizando apenas as três primeiras casas da guitarra. Os acordes abertos contêm uma ou mais cordas soltas. Por exemplo, o diagrama do acorde Em nos mostra 4 cordas soltas, mas o diagrama do acorde D maior só tem 1 corda solta. Ambos são classificados como “acordes abertos”.

De modo geral, os acordes abertos são os acordes mais fáceis de tocar no violão e muitas canções famosas podem ser tocadas utilizando apenas 3 ou 4 acordes abertos. Aprender um punhado desses acordes abertos na primeira posição (as 4 primeiras casas) e memorizar os seus desenhos é um importante passo para dominar os acordes com pestana (são tipos de acordes mais avançados que veremos em breve).

Quando você palhetar/dedilhar qualquer acorde, todas as cordas (soltas ou pressionadas) devem ressoar claramente. Se qualquer uma das cordas não puder ser ouvida; certifique-se que você não está fazendo esta corda parar de soar ou esteja abafando ela. Se você  acidentalmente  estiver abafando as cordas, curve mais a sua mão e dobre mais os seus dedos para garantir que a ponta do dedo que toque na corda e não a parte plana.

Acordes Maiores Abertos:

Popularmente falando existem 6 principais acordes maiores em posição aberta: A, C, D, E, F e G. Em uma guitarra com afinação padrão esses acordes são facilmente tocados, mas por vezes, os iniciantes podem sentir dificuldade com o desenho dos acordes maiores G e F. Mas nada que uma boa prática diária não resolva.

Acorde E maior

Acordes para iniciantes

Este acorde contém as seguintes notas: E, G#, e B. Ele pode ser tocado com os 3 dedos. Ele é muito usado no blues em músicas com a tônica em E. Todas as cordas devem soar de forma limpa aqui.

Acorde A Maior

Acordes Abertos

As notas deste acorde são: A, C# e E. Neste caso é bom com que a corda E grossa não seja tocada. E é uma das notas do acorde A maior, e tocá-la sob as notas deste acorde irá colocar o A maior na segunda inversão. Isso muda a tonalidade do seu acorde, e isso pode não atingir o efeito desejado. Este acorde pode ser tocado de várias maneiras.

Acorde D Maior

O Quê São Acordes Abertos

Tome cuidado aqui para não tocar a quinta e a sexta corda, uma vez que não são necessárias neste acorde. Pode parecer estranho, mas é mais confortável.

Acorde G Maior

Acorde aberto G maior

Existem duas maneiras comuns de tocar o acorde G Maior, um método usando três dedos e um método usando quatro dedos, ambos com uma ligeira diferença na sonoridade. De qualquer forma, as notas deste acorde são: G, B e D. O métodos usando os 3 dedos é o mais popular entre os iniciantes.

Acorde C Maior

C maior acorde aberto

Esta é a maneira mais comum de tocar este acorde.

Acorde F Maior

acorde aberto F maior

A quinta e a sexta corda também não deve ser tocada neste acorde.

 

Acordes Menores Abertos:

Os acordes menores usam a 1ª, 3ª e a 5ª da escala menor. Os acordes menores têm uma sonoridade mais escura, melancólica, e geralmente são mais usados em músicas que seguem essa linhagem.

Acorde A Menor

acorde aberto A menor

Acorde D Menor

acorde aberto D menor

Este acorde precisa ser aplicado de forma bem correta. O dedo indicador tende a doer nas juntas, por isso é importante certificar de não “dobrá-lo”.

 

Outros Tipos de Acordes Abertos

Há uma variedade de outros acordes que podem ser tocados em posição aberta também, e muitos desses acordes você pode já estar familiarizado, pois simplesmente envolve a retirada ou adicição de um dedo. Com certeza eles vão proporcioná-lo sonoridades bem interessantes!

Acordes tipo dominantes com 7ª:

Posteriormente, explicaremos de forma detalhada o que são esses acordes dominantes, assim como os acordes menores e maiores e acordes com pestana. Fique ligado em nosso Feed! Embaixo estão alguns desenhos de acordes que você deveria saber. São alguns dos acordes abertos com sétima.

D7

acordes com sétima

Repare de como mudamos de um D oitavado para um acorde maior em D (terceira casa segunda corda) descendo duas casas, tornando assim um menor com sétima. Isto você pode aplicar com outros acordes, movendo uma das tônicas duas casas abaixo, e assim encontra a menor com 7ª.

E7

Bem tranquilo, novamente, movemos um E oitavado duas casas abaixo.

A7

G7

Este acorde é um pouco hostil. Lembre-se que ele não é muito diferente do desenho do acorde C, exceto que você deverá esticar mais os seus dedos.

B7

Este parece divertido, mas você vai usar bastante em canções na tônica de E maior. Na qual é a tônica natural da guitarra.

Espero que vocês conseguiram fixar melhor agora o aprendizado sobre acordes abertos.

Trackbacks

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


− 4 = zero